O Pior Português de Sempre

A grande Iniciativa O INIMIGO PÚBLICO / O EIXO DO MAL pretende apurar quem é O Pior Português de Sempre: Que político / personalidade mais contribuiu para a ruína do nosso País? Quem melhor encarna as piores qualidades do povo português? Decida você mesmo quem fez disto uma choldra!

posts recentes

Morra o blog!

Vencedores

19 horas

Terça-feira, 13

A última fase

Adenda

Pequena alteração

5 eleitos

Boas Festas!

As Justificações

Visitas

21060 visitas até ao início da votação! visitas desde o início da votação

SIGA O DEBATE


Veja as novas sugestões todos os Sábados, n'O INIMIGO PÚBLICO e n'O EIXO DO MAL, às 00:00h na SIC Notícias.

Links





Sondagem IP/Eixo do Mal
Acha que Salazar deveria pertencer a que lista?
A do Melhor Português
A do Pior Português
A ambas
A nenhuma

arquivos

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

pesquisar

 
blogs SAPO

subscrever feeds

Terça-feira, 31 de Outubro de 2006

Mais candidatos

Mais candidatos dos leitores do blog:

Maria Santos
Manuel Maria Carrilho - símbolo máximo de uma pessoa que nao faz a minima ideia do que veio fazer a este mundo, muito menos a este país. O rei das casas-de-banho milionárias (sim, se há coisa que um português gosta é de uma bela casa-de banho).

Neslon Peralta
A minha proposta para quem melhor incarna as piores qualidades do povo português: Dani [ex-jogador de futebol]. Acima de tudo pela sua própria irrelevância para a história da sua área. Apesar de ter todas as potencialidades preferiu não se esforçar e por fim desistir definitivamente. Esta mentalidade incarna o pior de Portugal, na qual o famoso subsídio para não produzir/cultivar encaixa que nem uma luva.

Filipa Nunes
Pior Português? hum...isso é sem dúvida uma questao muito dificil, eu poderia estar aqui horas a nomear nomes mas vou apenas referir um: Toy porque anda por ai a enganar as pessoas com a sua música "sou português",como se ser português fosse muito giro e divertido!

Madalena Bozetti
Zé Maria - O pior português de sempre. Não tenho nada contra a criatura mas ela encarna todos os defeitos que aqui e ali caracterizam o nosso povinho. Ele é o coitadinho, o pobrezinho, humildezinho, sensivelzinho, fragilzinho, pacatozinho, timidozinho, simplezinho... Falava e cuidava dos animais mais estupidozinhos na terra - as galinhas - e parecia nada almejar. Mas lembro-me bem de rasgos de mau humor que tinha, da sua inflexibilidade e limitação natural, e de algumas invejas que povoavam a cabeça deserta do desgraçado. Foi proclamado um herói, um exemplo a seguir pela sua humildade a tresandar a falsa. REPITO, não tenho nada contra este espécime mas dá-me voltas ao estômago esta forma de ser. E de heroizinho passou a ser um cristozinho, quando não soube gerir a fama (coitadinho, era tão ingénuozinho!), quando gastou todo o dinheirinho e - pelos vistos- passou por uma crisezinha psicótica. E é que nem o suicidiozinho conseguiu concretizar! Não importa se ele tem culpa ou não de ser assim, nem o vou discutir. O que importa é que encarna o espiritozinho mesquinho, pequenino, limitadinho e fraco que é a parte de ser português que mais me irrita: o de não aprender com a experiência, levar porrada e não dar a volta, queixar-se dos que nos enganaram em vez de nos esbofetearmos porque fomos comidos, e julgar que tudo se resolve com a pomada chamada "coitadinho".

Maria Duarte
Acho que cheguei a uma triste conclusão, o pior português de sempre, no sentido em que é o culpado do estado das coisas foi o Infante D. Henrique. É com tristeza que vos comunico o resultado da minha investigação, pois à partida é um dos meus personagens históricos favoritos, mas pensem comigo:
- Quem enviou os nossos melhores homens para morrerem de escoburto algures num oceano desconhecido, deixando cá os imprestáveis que geraram esta malfadada raça a que pertencemos? O Infante D. Henrique
- Quem iniciou o alastramento desta espécie condenada pelos quatro cantos do mundo com as evidentes consequências nefastas que ainda hoje se fazem sentir nos PALOP e no Brasil? O Infante D. Henrique
- Quem deu inicio a esta trágica, mas poetica, mania que de viver dos rendimentos que conseguimos "sacar" a terceiros mesmo que isso nos dê mais trablho do que produzir o que necessitamos? O Infante D. Henrique. Como podem constatar é sem dúvida ele o culpado, e apesar da tentação que é votar num dos milhares, ou milhões de escroques, bandidos ou aventesmas que pululam na nossa história e na actualidade, sou obrigada a votar num Homem que eu admiro, porque de boas intenções está o Inferno cheio.

Continuem a enviar as vossas sugestões para o e-mail do blog com uma breve explicação da vossa escolha.

publicado por Pior Português de Sempre às 17:47

link do post | favorito
|
Sábado, 28 de Outubro de 2006

Semana 1 d'O Pior Português

Hoje, às 11:00h, encerrámos a nossa primeira sondagem e lançámos outra pergunta. Os resultados obtidos na primeira revelam uma clara preferência em escolher o pior dos Grandes Portugueses: 848 votos num total de 1052.




O Inimigo Público
de hoje sugere novos candidatos ao lugar d'O Pior Português de Sempre com a dupla Pina Moura / Pina Manique. Deixamos aqui alguns excertos do que pode encontrar na edição de hoje do suplemento humorístico do Jornal PÚBLICO:

Pina Moura - Tendo ajudado alegremente António Guterres a afundar o País, com as suas políticas económicas e financeiras, Pina Moura pisgar-se-ia do lamaçal (na altura ainda não era um pântano) e aceitaria a presidência da Iberdrola, representando no nosso País uma das maiores empresas do sector energético da Europa, com largos interesses em Portugal, enquanto continuaria como deputado do PS e ajudaria a definir a política energética do País o que já fizera enquanto ministro, o que equivale a um presidente de um clube dirigir a Liga de Clubes (ok, mau exemplo). Manuel Maria Carrilho odeia-o, mas esse facto meritório não basta para ilibar Pina Moura e retirá-lo da lista.

Pina Manique (ou como Pina Manique era o Pina Moura do século XVIII) - Qual Zidane, acabou a carreira em desgraça! No final da sua carreira, Pina Manique fundaria a Casa Pia, destinada à recuperação, através do trabalho, de mendigos e vadios, bem como à educação de orfãos, nomeadamente aos intelectuais que, por causa de Pina Manique, tinham sido atirados para a mendicidade e aos filhos de todos os portugueses que morreram no cárcere para onde tinha sido enviados pelo Intendente-Geral da Polícia. Por exigência de Napoleão Bonaparte, D. João VI demitiria Pina Manique, que morreria dois anos mais tarde, tendo ido directo para o inferno e ficado profundamente desiludido ao notar que o Inferno estava cheio de franceses como Robespierre, Marat e Danton.

E se o pior português for uma mulher? No IP podemos ser muitas coisas, mas ninguém nos pode acusar de machistas. Assim, vamos incluir na nossa lista algumas mulheres, posto que estas merecem o opróbrio tanto como os homens, conforme nos ensina a lei da paridade de José Sócrates:


Cinha Jardim

Maria da Graça Jardim, nascida na Beira, em Moçambique, simboliza a retornada, a portuguesa habituada a ser servida por uma legião de negros assustados e que, de volta a Portugal, com uma mão atrás das costas, enoja-se com o País e considera-se superior a este. Comem o croquete do “new money”, esticam a pele à custa de propaganda a clínicas e são o modelo ideal das sopeiras do século XXI. Ainda por cima, têm o hábito de namorar e/ou casar com colunáveis, tendo os restantes portugueses de levar com as fronhas, bronzeadas pelos solários, nas revistas sociais. Pior, só mesmo quando uma delas resolve verter a sua inigualável experiência de vida em romances light.


Padeira de Aljubarrota

Brites de Almeida simboliza, como poucas, a mulher portuguesa alarve e com a mania que é má, que ainda hoje vemos em vários mercados do País. Para mais, simboliza o sentimento de justiça popular que está escondido no cérebro de todos os portugueses ignorantes e analfabetos. Como se não bastasse, ao matar e queimar sete castelhanos dentro do forno onde, coitados!, se haviam escondido, inventou o pão com chouriço, uma das maiores aberrações oferecidas por Portugal ao mundo. Fosse hoje, estava numa cela de vidro a ser julgada pelo TPI, como merecia.


AS MANTORRAS ou as portuguesas que quase entraram na lista, mas que não sobreviveram ao lápis azul e aguardam a sua vez, sentadas no banco dos suplentes:


Catarina Eufémia

Vetada pela ala comunista do IP, que tem vergonha de ir ver o Fernando Girão aos urros na Festa do Avante!, mas que continua a acreditar que o agente da GNR que a assassinou foi enviado do futuro, pelo Marcelo Caetano, para matar a mãe do salvador de Portugal, como no filme “Terminator”.


Maria de Lurdes Pintassilgo

Misto de catolicismo ortodoxo e socialismo cheio de boas intenções, vetada pelo António Guterres, que prometeu cuidar dos refugiados do IP, quando o jornal der o berro.


Após termos recebido milhares de cartas anónimas na nossa redacção, no Martim Moniz, achamos nosso dever avisar os leitores do IP que o inquérito que estamos a levar a cabo para apurar os piores portugueses de sempre, para o qual pedimos a colaboração dos nossos leitores, não deve servir para vendettas pessoais, nomeadamente para denunciar amigos, familiares ou colegas, hábito comum durante o período em que funcionou o Tribunal do Santo Ofício, que pensávamos erroneamente ter caído em desuso. Os nomeados da lista não enfrentarão, repetimos, qualquer espécie de processo judicial ou linchamento público. Não é por colocarem o vosso director de departamento no Index Prohibitorum do IP que o seu corpo será queimado em auto-de-fé – como aconteceu ao Giordano Bruno – ou pendurado pelos pés numa praça – como aconteceu ao Benito Mussolini. Para terminar, deixem de nomear o caixa do Serviço de Atendimento ao Público da Carris em Alcântara. Afinal, quem nunca tirou três horas de pausa para almoçar todos os dias que atire a primeira pedra.


publicado por Pior Português de Sempre às 11:07

link do post | favorito
|
Sexta-feira, 27 de Outubro de 2006

Primeira semana de Pior Português

Amanhã, dia 27 de Outubro, não perca os novos candidatos d'O INIMIGO PÚBLICO. No programa de amanhã d'O EIXO DO MAL serão lidos alguns e-mails dos seguidores desta iniciativa. O programa vai para o ar às 00:00h, na SIC NOTÍCIAS e repete Domingo, às 16:00h.

Ficam mais alguns candidatos avançados pelos leitores do blog:

Bernardo Fernandes

Quem melhor encarna as piores qualidades do povo português? Margarida Rebelo Pinto. Um ser patético. Com qualidades que muitos lhe reconhecem, sem saberem minimamente o que estão a fazer, é das pessoas que mais vende em Portugal. E que vende? Não sei. Não faço a menor ideia...Vem em formato de livro, assim com folhas e muitas letras, umas juntas e outras não, mas sinceramente, desconheço o que é aquilo. Há quem fale em literatura, mas quando o oiço, farto-me de rir e fica tudo sério a olhar para mim, é aí que percebo que estou perante as tais pessoas que não sabem o que estão a fazer, e julgam que a pessoa em causa, escreve. Ela não escreve meus amigos, segundo um crítico que ousou criticá-la, ela junta frases feitas, ela até as mesmas frases tem em livros diferentes, tudo em nome da literatura.

M. Crespo
António Guterres - Pôs os portugueses a viver num conto de fadas, e governou num país que não existe.

Joana Andrade
Teixeira de Pascoaes - Inventou o saudosismo, aquela atitude mental de ficar a ver passar navios e a lamentar o passado que ja foi e o futuro que ainda nao veio.

Nuno Reis
O grande responsável é, indubitavelmente, D. Dinis, o Rei Lavrador. Porquê? Meteu na ideia do povo português de que teriamos que ter uma "agricultura", que levou Salazar a declarar o Alentejo Celeiro de Portugal. Concomitantemente, criou o conceito de "jovem agricultor" (normalmente gente de 40 anos, barrigudos e de bigode), e originou os desperdícios de fundos comunitários para a compra de jipes e BMW's. É ainda o responsável máximo dos incêndios de verão, uma vez que inculcou no povo português a mania de plantar pinhais.

Diogo Martins
O pior português é o Pinto da Costa, por ter relacionado a expressão "Café com Leite" com os serviços prestados por prostitutas brasileiras a árbitros de futebol. Nunca mais consegui beber um galão descansado.

Iremos continuar a publicar os nomes que nos vão chegando. Envie as suas sugestões para o e-mail do blog com uma pequena justificação da sua escolha.

Nota: Alguns candidatos - Cavaco Silva, José Sócrates, Zé Povinho, Salazar... - são indicados por muitas pessoas mas, por motivos óbvios, só transcrevemos uma justificação por candidato.
publicado por Pior Português de Sempre às 15:12

link do post | favorito
|
Quinta-feira, 26 de Outubro de 2006

Candidatos dos leitores - Parte III

Chegam-nos cada vez mais sugestões de candidatos - alguns até repetidos. A lista d'O Pior Português de Sempre continua a aumentar e juntam-se, neste Sábado, o novos candidatos d'O INIMIGO PÚBLICO e d'O EIXO DO MAL. Podemos adiantar que, no primeiro caso, se coloca a pergunta: "E se o Pior Português fosse uma mulher?"

Nuno Cruz
Proponho o seguinte nome: o Zé Povinho. Portugal é o que os portugueses fazem dele, e enquanto procurarmos um bode expiatório não vamos longe. O Zé Povinho (ao contrário do português civilizado do futuro, espero) é aquele que por negligência provoca um incêndio em Agosto, e depois ao ver o telejornal reclama que o incendiário deveria ser atado a uma árvore e queimado; é aquele que diz mal da corrupção, mas foge aos impostos; aquele que tem inveja dos outros mas pede uma cunha; aquele empresário com a 4.ª classe que não emprega gente qualificada porque não dá importância ao conhecimento, etc, etc.

Ismael Paulino
O Maior Responsável: D Fernando - Três guerras idiotas com Castela (como se tivéssemos alguma hipótese) e um casamento nada conveniente com Leonor Telles, que após a sua morte nos queria entregar aos espanhóis. Como disse pouco antes de morrer, daria "muito mau conto" a Deus do seu reino.

Nuno Cativo
Então e o Durão? Com aquela conversa de... Bem a coisa tá preta, é preciso apertar o cinto e mais não sei o quê, temos todos de fazer sacrificios e... Bazou, deu de frosques. Como se isto fosse pouca coisa deixou a porta aberta ao Santana que foi a M.... que se viu. Têm aqui o vosso homem para o melhor dos piores. Se levas uma vida de cão podes agradecer ao Durão.

Claudia Almeida
A pior portuguesa de sempre foi a Padeira de Aljubarrota, que iniciou a mania do povo português repelir os espanhóis.

"bert2000"
Pelas oportunidades deserdiçadas, pelo estado a que a sua estupidez conduziu o País, Cavaco Silva é, sem duvida, o pior português de sempre.

Iremos continuar a publicar os nomes que nos vão chegando. Envie as suas sugestões para o e-mail do blog com uma pequena justificação da sua escolha.

Nota:
Alguns candidatos - Cavaco Silva, José Sócrates, Zé Povinho,... - são indicados por muitas pessoas mas, por motivos óbvios, só transcrevemos uma justificação por candidato.
publicado por Pior Português de Sempre às 18:18

link do post | favorito
|
Quarta-feira, 25 de Outubro de 2006

Mais candidatos dos leitores

Outras sugestões de candidatos que nos chegam por e-mail:

Júlio Pires
Que político mais contribuiu para a ruína do nosso País? O Marquês de Pombal, pelo tratado de Metween.

Cristóvão Santos
Fátima Felgueiras! Esta senhora merece estar nesta lista! Tenho dito!

Teresa Paula Santos
Maria Elisa, um dos melhores exemplos de chico espertismo português e ninguém a pára.

Ricardo Moura
Fora de paródia, o pior dos portugueses foi D. Manuel I. Porquê? Razões: foi o fundador do novo-riquismo; foi um imperialista do pior (sim, os portugueses não foram uns santinhos nas "colónias"); foi um oportunista das ousadias dos seus antecessores; foi estúpido, qual novo-rico, por silenciar os mais sábios em detrimento da austeridade e do poder pela ignorância da igreja católica (lembro que o antecessor, D. João II, ajoelhou a escumalha dos cardeais e dos nobres); foi um um comandita dos reis católicos e do vaticano; foi, seguramente, o exemplo do português que gasta no supérfluo e nada no investimento cientifico e progressista. O verdadeiro líder dos "chicos espertos"; foi o responsável máximo pelo extermínio dos judeus em Portugal;

Rui Pereira
O pior português foi o José Castelo Branco. Aquilo nem é homem nem é nada... Querem melhor exemplo? Pois...

Iremos continuar a publicar os nomes que nos vão chegando. Envie as suas sugestões para o e-mail do blog com uma pequena justificação da sua escolha. Numa outra fase do concurso, daremos início à votação d'O Pior Português de Sempre

publicado por Pior Português de Sempre às 11:54

link do post | favorito
|
Terça-feira, 24 de Outubro de 2006

Candidatos dos leitores

São muitos os e-mails que nos têm chegado com sugestões para O Pior Português de Sempre. Relembramos que a lista apresentada não está fechada: continue a enviar-nos as suas sugestões e confira, todas as semanas, os novos candidatos propostos n'O INIMIGO PÚBLICO e n'O EIXO DO MAL.

Frederico Espírito Santo
Devo dizer que Souto Moura também merece ser referido nesta lista; a sua performance como procurador geral da República foi à Portuguesa com certeza: no inicio prometeu uma coisa; acabou fazendo o exacto contrário e caminhou de escândalo em escândalo até finalmente o tempo do seu cargo ter expirado e abandonar o cargo, caso contrário ainda seriam mais escândalos, sem fazer absolutamente nada para "cortar o mal pela raiz".

Hugo Freire
Mas ainda há lugar para duvidas??? Será que ninguem se lembra de Alves dos Reis... porque, como diz o ditado, "roubar nao é vergonha, vergonha é ser apanhado" e este banana foi descoberto e até hoje portugal nao tem credebilidade na banca devido a este senhor...

José Carlos Catarino
Marco Paulo, porque foi o inventor do gesto mais palerma e ridículo em palco; porque ninguém consegue esquecer o outro penteado; porque apesar de todo o mal que nos fez, foi reabilitado e aceite pela sociedade portuguesa, continuando assim a espalhar as sementes do mal através das suas canções e outros actos.

Nelson Sousa
A mãe do D. Sebastião que não lhe disse "vai lá, mas à meia-noite quero-te em casa!"

André e Sofia
Marcelo Caetano - viu a oportunidade passar, e não a aproveitou. Um falhado sem desculpa.
Macaco Adriano bigh show sic - quem melhor para encarnar o espirito Português?

Rita Cipriano
Penso que o pior português de sempre seja o célebre primeiro-ministro desta choldra, Pedro Santana Lopes.

Iremos continuar a publicar os nomes que nos vão chegando. Envie as suas sugestões para o e-mail do blog com uma breve justificação da sua escolha, indicando a categoria a que o seu candidato pertence.

publicado por Pior Português de Sempre às 11:28

link do post | favorito
|
Domingo, 22 de Outubro de 2006

Candidato do Eixo

Este foi principal nome avançado n'O EIXO DO MAL de ontem à noite:

Que político mais contribuiu para a ruína do nosso País?
D. Afonso Henriques
Porque sem ele, nada disto teria acontecido.

Continue a enviar-nos as suas sugestões através do e-mail do blog, com uma pequena justificação da sua escolha. Terminada a fase do envio de sugestões, dar-se-á início à grande votação para encontrar O Pior Português de Sempre.
publicado por Pior Português de Sempre às 14:35

link do post | favorito
|
Sábado, 21 de Outubro de 2006

Candidatos a ter em conta

A eleição d'O Pior Português de Sempre já começou. Participe, envando-nos as suas sugestões para o e-mail do blog, com uma pequena justificação da sua escolha. O INIMIGO PÚBLICO de hoje avança já com algumas sugestões de candidatos.

Que político mais contribuiu para a ruína do nosso País?
D. Sebastião
O sodomita irresponsável que afundou Portugal em Alcácer-Quibir e criou o sebastianismo, sentimento que infecta Portugal há 5 séculos, como um cancro.

D. João V
O Rei Sol de pacotilha que estoirou todo o ouro do Brasil em talhas douradas e querubins de mármore.


Pedro Hispano
Ou Papa João XXI, que apenas esteve 8 meses à frente da Igreja, antes de lhe cair em cima o tecto de um quarto onde tinha ido espreitar. Por causa de semelhante cavalgadura, nunca mais Portugal teve um Papa.

Pina Manique
Intendente-Geral da Polícia, percursor de Vladimir Putin, cuja missão na vida era confiscar livros subversivos e encarcerar opositores de D. Maria I. Como se não bastasse, criou a Casa Pia, com os resultados que se sabe.

Américo Thomaz
O almirante que foi presidente de Salazar não se lhe conhece obra para além de cortar fitas e ir a caçadas no Alentejo. Na história ficará um espaço em branco, a cor da farda que gostava de passear na doca seca de Cascais.

Quem melhor encarna as piores qualidades do povo português
?
Florbela Espanca
Responsável pela alma suicida dos alentejanos, remetendo aquelas genes para um destino horrível, décadas antes da chegada dos anti-depressivos.

Valentim Loureiro
Encarna duas das piores características da alma nacional: a alarvidade e a cobardia. A isso junte-se uma Câmara Municipal, uma patente, um telemóvel e temos o futebol português, feito de relógio de ouro falsos e putas brasileiras.

Egas Moniz
Representa a capacidade tão nacional de realizar feitos absolutamente inúteis. No seu caso, inventou a lobotomia, ajudando a reverter milhares de cidadãos estrangeiros ao estado mental dos portugueses. Como no caso de José Saramago, a recompensa por uma vida de asneiras foi o prémio Nobel.

Eládio Clímaco
Por representar o pior do kitsch nacional, misturando fatos com chumaços nos ombros e auscultações aos distritos.

João Vieira Pinto
Encarna a pequenez nacional, o português com algum talento que prefere ser rei em terra de cegos. Acha que simular faltas falsas é ser artista e não é homem para dar um murro num árbitro às claras, preferindo, como sempre, o subterfúgio.

Hoje, às 00:00h na SIC Notícias, O EIXO DO MAL apresenta e debate as suas sugestões
publicado por Pior Português de Sempre às 10:22

link do post | favorito
|