O Pior Português de Sempre

A grande Iniciativa O INIMIGO PÚBLICO / O EIXO DO MAL pretende apurar quem é O Pior Português de Sempre: Que político / personalidade mais contribuiu para a ruína do nosso País? Quem melhor encarna as piores qualidades do povo português? Decida você mesmo quem fez disto uma choldra!

posts recentes

Morra o blog!

Vencedores

19 horas

Terça-feira, 13

A última fase

Adenda

Pequena alteração

5 eleitos

Boas Festas!

As Justificações

Visitas

21060 visitas até ao início da votação! visitas desde o início da votação

SIGA O DEBATE


Veja as novas sugestões todos os Sábados, n'O INIMIGO PÚBLICO e n'O EIXO DO MAL, às 00:00h na SIC Notícias.

Links





Sondagem IP/Eixo do Mal
Acha que Salazar deveria pertencer a que lista?
A do Melhor Português
A do Pior Português
A ambas
A nenhuma

arquivos

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

pesquisar

 
blogs SAPO

subscrever feeds

Quarta-feira, 29 de Novembro de 2006

Arranque no dia 1

A lista com as 40 personalidades escolhidas para irem a votos já está concluída e será apresentada à imprensa amanhã, dia 30 de Novembro. No entanto, recebemos ainda algumas nomeações através do e-mail do blog e, uma vez que estas sugestões já não vieram a tempo, resolvemos publica-las neste espaço. Aqui ficam os Igualmente Piores Portugueses Mas Que Não Nos Lembrámos a Tempo:

Catarina Morais
Eu indico José Carlos Pereira, Pedro Teixeira, Frederico Barata e os 2 putos de Tempo de Viver. O José Carlos Pereira porque é mau actor e é conhecido por ser arrogante e ñ respeitar horários. E anda isto a estudar para médico! O país está perdido.
O Pedro Teixeira e o Frederico Barata são os dois feios k nem cornos e muito maus actores. Os 2 putos representam horrivelmente mal e o de óculos desmistifica o mito de k todas as crianças são bonitas. Estes 4 têm o condão de estragar Tempo de Viver, k é só a melhor novela portuguesa de sempre.

Regina Serrado
Para mim, os piores portugueses vivem na actualidade e são bons exemplos os actores falhados: o Pedro Teixeira [NOTA: já se encontra nomeado] é como se vê, não representa nada, parece que anda ali obrigado e anda sempre de boca aberta, parece um deficiente. O dizer que ele é péssimo actor é um elogio. É um menino que deve ter tudo graças à cunha do paizinho. O João Pedro Cajuda dizer que ele é péssimo actor é um elogio. É um menino que deve ter tudo graças à cunha do paizinho. O Rodrigo Menezes é outro que anda para ali a fazer de conta que é actor, agora anda a fazer umas novelas atrás das outras mas o registo é sempre o mesmo: péssimo. A é daquelas que só ela é que ainda não percebeu que não sabe representar, foi tirar um curso de representação a Londres mas ainda veio pior. A Vera Kolodzign é daquelas que só ela é que ainda não percebeu que não sabe representar, foi tirar um curso de representação a Londres mas ainda veio pior. Rita Tristão da Silva fez a personagem mais melga de sempre em tv, mas é ela mesma uma melga, ver esta miúda a apresentar o clube dos morangos durante 5 minutos basta para fazer perder a paciência a um santo.

Sofia Morais
Estive a ler a lista de já nomeados no vosso site e há alguém que tem mesmo de lá estar. Falo-vos dos dzrt, aquela banda pirosa, composta por quatro bandalhos horrorosos e mal vestidos, estão a ver? E não é só enquanto banda pimba que eles merecem a nomeação, pelo menos três deles também a merecem individualmente. Aquele Angélico, aquilo é só maquilhagem naquela tromba, aquilo não é homem não é nada. O outro da crista é mesmo feio, feio, feio, tem uma cara parece uma égua. Aquele tal de Edmundo que também esteve na Operação Triunfo nem parece uma pessoa, parece um boneco ou um robot.

Jorge Saraiva
Proponho o nome de Alberto Souto de Miranda para candidato ao pior português (ou melhor?). Pois durante a sua permanência na Câmara Municipal de Aveiro "criou" um buraco de 50 milhões de contos (sim contos) (a Câmara com maior "buraco" do País), Deixando a pesada herança ao actual presidente. Proponho esta candidatura, pois à boa tradição portuguesa, este senhor após a sua saída da Câmara, o nosso Governo premiou as suas acções com a promoção a Administrador da ANACOM. "Very Typical" É uma falha grave este senhor não estar na lista de votação a candidato ao pior português (ou melhor?)

A votação estará aberta a partir de Sexta-feira, dia 1 de Dezembro... justamente o Dia da Restauração. A decisão é de todos nós! Mais do que escolher os grandes portugueses, urge a necessidade de saber quem é, afinal de contas, o culpado disto tudo.

publicado por Pior Português de Sempre às 15:00

link do post | favorito
|
Segunda-feira, 27 de Novembro de 2006

Auto-nomeação

Esta Sexta-feira, dia 1 de Dezembro, serão anunciados os 40 finalistas d'O Pior Português de Sempre.

No último O Eixo do Mal, Clara Ferreira Alves insistiu em António Guterres e Durão Barroso. Luís Pedro Nunes apontou António Sardinha e José Júdice nomeou-se a si próprio. Daniel Oliveira concordou com ele e também nomeou José Júdice.
publicado por Pior Português de Sempre às 10:39

link do post | favorito
|
Sexta-feira, 24 de Novembro de 2006

A lista!

Aqui está ela: a lista. Os infames nomes das infames personagens que fazem do nosso país o que ele é! Nesta lista encontram-se os nomeados da equipa d'O Inimigo público, os da equipa d'O Eixo do Mal e todos os candidatos referidos pelos leitores do blog - apesar de nem todos os comentários não terem chegado a aparecer no blog, os nomes foram considerados.

Desta lista sairão os 40 nomes finalistas, 20 em cada uma das duas categorias propostas, que serão colocados à votação do público. Entretanto estendemos a data limite de nomeações pelo que, se quiser, ainda nos pode enviar as suas sugestões para o e-mail do blog com uma pequena justificação da sua escolha. Os finalistas serão anúnciados no próximo dia 1 de Dezembro. Ajude-nos a escolher O Pior Português de Sempre.

Quem é o maior responsável pela situação a que chegámos?

Afonso Costa, Alberto Costa, Almeida e Costa, Almeida Santos, Álvaro Castro, Álvaro Cunhal, Alves dos Reis, Américo Thomaz, Anjo Custódio de Portugal, Aníbal Cavaco Silva, António Cardoso e Cunha, António Correia de Campos, António Costa, António de Spínola, António José de Almeida, António Granjo, António Guterres, António Maria Baptista, António Maria Coelho, António Maria da Silva, Augusto Vasconcelos, António Vitorino, Armando Vara, Azevedo Coutinho, Bartolomeu Dias, Bernardino Machado, Barros Queirós, Cardeal Cerejeira, Cardeal D. Henrique, Carlos Maia Pinto, Carvalho da Silva, Coito Pita, Corneteiro de D. Afonso Henriques, Costa Oliveira, Costa Gomes, Craveiro Lopes, Cunha Leal, Cunha Rodrigues, D. Afonso Henriques, D. Carlos, D. Dinis, D. Fernando, D. Filipe III, D. Fuas Roupinho, D. João I, D. João II, D. João III, D. João IV, D. João V, D. João VI, D. José I, D. Manuel I, D. Maria I, D. Miguel de Vasconcelos, D. Nuno Álvares Pereira, D. Pedro V, D. Paio de Menezes, D. Sancho I, D. Sancho II, D. Sebastião, D. Teresa, Domingos Leite, Duarte Leite, Durão Barroso, Edite Estrela, Eduardo Lourenço, Egas Moniz - o de D. Afonso Henriques, Eusébio, Fernando Gomes, Fontes Pereira de Melo, Francisco Fernandes da Costa, Francisco Louçã, Francisco Pinto Balsemão, Freitas do Amaral, Freitas Ribeiro, General Beresford, Ginestal Machado, Gomes da Costa, Hernâni Cidade, Humberto Delgado, Infante D. Afonso filho de D. João II, Infante D. Henrique, Irmã Lúcia, Ivens Ferraz, Jaime Cortesão, Jerónimo de Sousa, João do Canto e Castro, João Proença, Joaquim Sapinho, Jorge Coelho, Jorge Sampaio, José Castro, José Domingues dos Santos e Carvalho Guimarães, José Eduardo Moniz, José Relvas, José Sócrates, Liberato Pinto, Mãe de D. Sebastião, Mãe do Otelo Saraiva Carvalho, Manuel de Arriaga, Manuel Pinho, Manuel Rafael Gorjão Henriques, Manuel Teixeira Gomes, Manuela Ferreira Leite, Marcelo Caetano, Marcelo Rebelo de Sousa, Maria de Lourdes Pintasilgo, Maria de Lurdes Rodrigues, Mário Lino, Mário Soares, Marquês de Pombal, Martim Moniz, Mendes Cabeçadas, Moreira Baptista do SNI, Mota Pinto, Nobre da Costa, Norton de Matos, Oliveira Salazar, Óscar Carmona, Otelo Saraiva de Carvalho, Os três pastorinhos, Paiva Couceiro, Palma Carlos, Paulo Portas, Pedro Hispano, Pedro Santana Lopes, Pimenta de Castro, Pinheiro Chagas, Pinto Balsemão, Rafael Bordalo Pinheiro, Ramalho Eanes, Ramos Preto, Rodrigues Gaspar, Rosa Coutinho, Rui Rio, Sá Cardoso, Sá Carneiro, Sidónio Pais, Souto Moura, Tamagnini de Sousa Barbosa, Teixeira de Pascoaes, Teixeira dos Santos, Teófilo Braga, Teresa Guilherme, Torres Couto, Vasco Gonçalves, Vicente de Freitas e Viriato.

Quem melhor representa o pior da arte de ser português?
A Severa, Alberto João Jardim, Alfredo da Costa, Alfredo Keil, Amália Rodrigues, Ana Malhoa, Antero de Quental, António Borges, António Carlos Laranjo da Silva, António Damásio, António Fiúza, António Santo, Artur Albarran, As quipas d'O EIXO DO MAL / O INIMIGO PÚBLICO, Avelino Ferreira Torres, Badaró, Bulhão Pato, Capitão Roby, Carlos Cruz, Carlos Magno, Carlos Ribeiro, Carlos Silvino, Carlos Queirós, Carvalho Rodrigues, Castro Fernandes, Catarina Eufémia, Cinha Jardim, Cláudia Vieira, Cláudio Ramos, Conde de Vimioso, Cónego Melo, Cristina Caras Lindas, Cristovão Colombo, Dani, Daniel Oliveira, Diogo Vaz Guedes, D. Duarte Pio, D. Lourenço Fernandes da Cunha, D. Maria, Dona Branca, Eça de Queiróz, Egas Moniz, Egas Moniz - o de D. Afonso Henriques, Elsa Raposo, Eládio Clímaco, Emplastro, Eusébio, Fátima Campos Ferreira, Fátima Felgueiras, Fátima Lopes, Fernanda Pires da Silva, Fernando Alvim, Fernando, o Emplastro, Fernando Mamede, Fernando Pessoa, Fernando Rocha, Fernando Ruas, Fernão de Magalhães, Ferraz da Costa, Florbela Espanca, Floribella, Francisco Penim, Futre, Gilberto Madaíl, Herman José, Isabel Pires de Lima, Isaltino de Morais, Jaime Ramos, Jardim Gonçalves, João Catarré, João César Monteiro, João César das Neves, João Vale e Azevedo, João Vieira Pinto, Joe Berardo, Jorge Nuno Pinto da Costa, José Castelo Branco, José Figueiras, José Luís Judas, José Maria Martins, José Pacheco Pereira, José Rodrigues dos Santos, José Cid, José Júdice, José Mateus da Silva, José Peseiro, José Rodrigues dos Santos, José Saramago, José Toscano Leitão, José Veiga, Júlia Pinheiro, Kaúlza de Arriaga, Lecas, Lili Caneças, Linda Reis, Luís de Camões, Luís Figo, Luís Filipe Menezes, Luís Filipe Vieira, Luís Pereira de Sousa, Luís Pedro Nunes, Luís Pinheiro, Luís Represas, Macaco Adriano, Manuel Luis Goucha, Manuel Maria Carrilho, Manuel de Oliveira, Manuela Moura Guedes, Marco Paulo, Margarida Rebelo Pinto, Maria Barroso, Maria Elisa, Maria Filomena Mónica, Maria Isabel Fernandes da Silva Soares, Maria de Lurdes Pintassilgo, Maria de Lurdes Modesto, Maria de Medeiros, Mariana Alcoforado, Mário Wilson, Mendes Bota, Miguel de Vasconcelos, Miguel Sousa Tavares, Mira Amaral, Nuno Artur Silva, Nuno Santos, O Velho do Restelo, Pacheco Pereira, Padeira de Aljubarrota, Padre Borga, Paulo Portas, Pedro Álvares Cabral, Pedro Tojal, Paulinho das Feiras, Paulo Portas, Paulo Teixeira Pinto, Patricia Candoso, Pedro Hispâno, Pedro Teixeira, Pina Manique, Pina Moura, Pinheiro de Azevedo, Pinto da Costa, Ramiro Valadão, Ricardo Espírito Santo Salgado, Ricardo Ladum, Rocha Vieira, Roberto Leal, Rui Rio, Santo António, Siza Vieira, Souto Moura, Teresa Guilherme, Tino de Rãs, Tomás Taveira, Toy, Três Marias, Valentim Loureiro, Vasco da Gama, Vasco Graça Moura, Vasco Pulido Valente, Veloso, Viriato, Vítor Melícias, Zé Cabra, Zé do Telhado, Zé Maria, Zé Povinho, Zezé Camarinha e Zita Seabra.

Os Piores Portugueses anónimos:
Ivo Guedes, António Estrela, O vizinho de baixo, O arrumador contratado, "Fodengo", José Toscano Leitão, Carlos Vale, António Serrano, Carlos Santos, Nuno Guimarães, O meu marido, João Dinis, Antonio Santos, O meu pai, Vasco Alexandre Vilão e Ramiro Borges Moreira.

Outros candidatos a Pior Português de Sempre que não quisemos deixar de parte:
O eleitor português, O chico-esperto português, O empresario chico esperto português , Calisto Elói de Silos e Benevides de Barbuda - o anjo que acabou por caír, O adepto do benfica, Os Portugueses, Os bloggers anónimos, O cavalo do Infante D. Afonso filho de D. João II , O primeiro, Soldado Desconhecido, Scolari, Roberto Leal, Conde d'Abranhos, O Deputado, Democracia Portuguesa, Barão Stefan von Breisky, A rapariga do Vale do Lapedo, Quem compra os discos do Marco Paulo, Os invejosos, Cabelo descolorado do Diogo Amaral, Aquele que é escrito pelos alunos das nossas universidades, O funcionário público, O apresentador do programa As Pistas da Blue, Prof Dr Vitor Pimentel, Equipa do programa Prazer dos Diabos, A Inquisição, As Mães dos Portugueses e Os Amigos de Olivença.

Se por acaso enviou algum candidato que não aparece nas listas abaixo indicadas, pedimos que nos envie um e-mail.
publicado por Pior Português de Sempre às 18:36

link do post | favorito
|
Quinta-feira, 23 de Novembro de 2006

Últimos candidatos - Parte II

Aqui ficam mais alguns candidatos que já tinham sido enviados para o mail d'O Pior Poruguês de Sempre.

António Porto

António Costa - Esteve no governo de Guterres como Ministro da Justiça onde foi dos poucos que mostrou trabalho, regressou e como Ministro de Estado ? (o que é isto ?) e da Administração Interna conseguiu borrar a pintura toda, é dos piores, os conflitos são uns atrás dos outros, bombeiros, policias, etc.e ainda tem tempo para ir meter a colher no que se faz nos outros ministérios.
Teixeira dos Santos : Ministro das Finaças e da Administração Pública, qual iluminado, ou rodeado de iluminados da ecomonia, que tentam fazer as contas daquilo que ainda podem espremer aos que ainda conseguem auferir uma especie de ordenado neste país (a tal classe média em vias de extinção), apregoando a frase "O esforço deve ser de todos", mas esquecendo-se da celebre frase "Ou há moralidade ou comem todos!" e por fim a culpa do estado do país ser dos funcionários públicos.
Veloso, jogador de futebol - Porque falhou o penalti decisivo frente ao PSV Eindhoven da Holanda e fez com que o Benfica perdesse a final da Taça dos Campeões de 1988.
Costa Cabral - Dominou o governo do país em 1842-46 (quem nunca ouviu falar em história no "Cabralismo") foi o primeiro politico a ser acusado de nepotismo, clientelismo e concussão nos concursos públicos, nada que se faça ainda hoje.
Teófilo Braga - Porque embarcou numa de presidencialismo ...

Eduardo Gomes
O PPS(piorportuguesde sempre)em meu entender apareceu em 1975 com as primeiras eleições «livres», nada mais nada menos que o «Eleitor Português», não
é possivel entender como em trinta anos continuamos a eleger sempre as mesmas sanguessuga que gravitam em torno do poder, vira o disco e lá estão eles outra
vez no poleiro. Se for possivel indicarei tambem outro PPS, o «Chico-experto Português», estão em todos os lados da vida civil e politica, em qualquer lugar encontramos um, basta
olhar para o lado e lá aparece um, é na fila dos postos medicos, e no estacionamento, é no supermercado e etc... O meu terceiro PPS é o «Empresario Chico-experto Português» acho que não é preciso explicar onde encontramos estes especimes.

Armando Ribeiro Coelho
Para pior português de sempre e proponho dois nomes: O Conde Andeiro e Miguel de Vasconcelos. São em última análise os responsáveis principais por continuarmos a ser este miserável pais.Embora com uma grande ideia para o país: «fazer parte da Grande Espanha», à boa maneira portuguesa fizeram tudo em cima do joelho e acabaram trucidados. Se tivessem contratado, “Guarda-costas”, “Assessores de Imprensa” e “Assessores de imagem”, nunca tal teria acontecido. Estaríamos todos felizes a ler as notícias sobre a gravidez da nossa princesa Letícia, não teríamos portagens nas scuts, taxas moderadoras e o Sócrates como 1º Ministro.

Maria Guerra
O que melhor encarna: Dentro da vastidão de possibilidades escolho uma senhora que me irrita particularmente: Fernanda Pires da Silva. Sim a do autódromo e do grupo Grão-Pára. Querem melhor exemplo de um grupo empresarial que praticamente não acrescenta nada? Que vive à custa dos subsídios do estado e que mesmo assim, não consegue fazer um acordo com esse mesmo estado? Porque tentar fazer alguma coisa e falhar é natural e até necessário. Como os Mirpuri, por exemplo. Mas a completa nulidade personificada nesta senhora (e no seu séquito) é confrangedora

Vítor Meneses
Vinha sugerir o deputado regional da Madeira, Coito Pita, que além de ter um nome que por tão sugestivo, pode envergonhar os portugueses mais suscepíveis, também através de uma nova emergência de independentismo madeirense, foi uma ameaça de secessão do nosso território actual.
publicado por Pior Português de Sempre às 12:40

link do post | favorito
|
Terça-feira, 21 de Novembro de 2006

Últimos candidatos

Aqui ficam alguns dos últimos nomeados pelos leitores do blog d'O Pior Português de Sempre.

Sérgio
Então e o General Rocha Vieira? Ninguém se lembrou dele? Um esquecimento desses é de cabo de esquadra! Um tipo que até mandou o dinheiro para a Fundação Jorge Álvares sem dizer nada a ninguém, nem ao Sampaio nem aos chineses...

Isabel Coutinho
Amália Rodrigues - porque (para além de ter sido amante de Eusébio) nos deu a conhecer ao Mundo.

Ramiro Borges Moreira
António Borges - Personagem execrável criado pelos media. Um teórico da economia, sem uma ideia prática aproveitável, que opina unicamente porque os media, vamos lá saber porquê, lhe continuam a dar tempo de antena. O país estará melhor se ele permanecer no Goldman Sachs (banco que fez uma previsão sobre os dez primeiros classificados do Campeonato do Mundo de Futebol e não acertou em nenhum...), ou seja, bem longe de Portugal.
Jerónimo de Sousa - Simpático avozinho, mas comunista ortodoxo, apoiante dos terroristas sanguinários das FARC, do ditador Fidel Castro e do louco megalómano Kim Jong-IL e do seu tenebroso regime pretensamente nuclear.
Fernando Gomes - Por ter ousado pensar que os portuenses são todos estúpidos e em consequência ter sido premiado com um lugar na administração da Galp (justiça lhe seja feita por ter afirmado não perceber nada do sector e ter calado a boca a partir daí).
Armando Vara - Depois de "afundar" a Fundação para a Prevenção Rodoviária (privada com capitais públicos), também foi premiado. Neste caso, com um lugar na administração da CGD, certamente pela sua vastíssima experiência adquirida num balcão da instituição.

Alexandra Quitério
Eu acho que não se pode mesmo falar no pior português de sempre sem mencionar o casal de pseudo-actores Cláudia Vieira e Pedro Teixeira, que desde que infelizmente apareceram nos Morangos com Açúcar têm sido uma praga do pior. Como o país inteiro já percebeu que eles não têm talento, falam da relação deles: ora ficaram noivos, ora vão-se casar, ora já casaram, mas depois afinal ainda não casaram mas vão casar. Enfim. Ele continua um enjoadito dentuço que parece que está ali sempre a fazer frete, ela continua uma convencida com queixo de homem que se pavoneia como se fosse muito boa. No meio disto tudo, ainda tiveram a lata de lançar um cd, apesar de no Canta por Mim, o público tenha podido ver que a Cláudia canta tão bem como o Zé Cabra.

Em breve iremos apresentar a lista com TODOS os candidatos sugeridos e da qual serão retirados os 40 finalistas que irão a votação. Acompanhe a nossa demanda e escolha você O Pior Português de Sempre.

publicado por Pior Português de Sempre às 12:45

link do post | favorito
|
Segunda-feira, 20 de Novembro de 2006

Últimos candidatos d'O Eixo do Mal

A fase de nomeações para O Pior Português de Sempre está oficialmente encerrada. Nos próximos dias revelaremos os últimos candidatos do público e, finalmente, apresentaremos a lista com TODOS os nomeados. Dessa lista sairão os 40 finalistas (20 + 20) sujeitos a votação.

Que político / personalidade mais contribuiu para a ruína do nosso País? E quem melhor encarna as piores qualidades do povo português?
Estas perguntas terão, finalmente, uma resposta!

Após os últimos candidatos d'O Inimigo Público, ficam aqui os últimos candidatos discutidos no programa O Eixo do Mal:
- Luís Pedro Nunes referiu os Iberistas como Mário Lino e José Saramago;
- Clara Ferreira Alves insistiu em Salazar;
- Daniel Oliveira nomeou Rui Rio;
- José Júdice respondeu que os piores portugueses de sempre são as mães deles [dos portugueses];

publicado por Pior Português de Sempre às 15:42

link do post | favorito
|
Sábado, 18 de Novembro de 2006

Semana 4 d'O Pior Português

Chega hoje ao fim a primeira fase d'O Pior Português de Sempre. Durante um mês recebemos as sugestões de nomeação de todos os leitores, às quais juntámos os nomeados eleitos pelas equipas d'O INIMIGO PÚBLICO e d'O EIXO DO MAL. Agora chegou a altura de recolhermos TODOS os candidatos e fazermos uma lista. Dessa lista, serão escolhidos os candidatos finais propostos à votação. Por agora ficam os nomeados da semana d'O INIMIGO PÚBLICO:

De todos os portugueses que merecem o nosso opróbrio, aqueles que traíram o País são os mais merecedores do nosso desprezo. Na antiga Roma, aos traidores era dado o privilégio de deixarem a família manter os bens, desde que o traidor se suicidasse. Nós ainda oferecemos a possibilidade aos traidores de escreverem os seus próprios textos de expiação no IP, de forma a manterem a honra. Como não aceitaram, avisamos as famílias dos visados que não se admirem se, amanhã de manhã, não encontrarem os automóveis da família.

Mário Lino - o novo conde Andeiro - Exemplos de traições várias não faltam na biografia do engenheiro Mário Lino. Comunista ortodoxo durante décadas, tendo mesmo certa noite mais exaltada recomendado o “método Troksky” para os renovadores (picaretada na cebola), presidente da Caminho (a editora que está para os comunistas como a Fenda está para os poetas decadentes e/ou pederastas) e da editorial Avante, Mário Lino abandonou os seus camaradas e abraçou os rivais do PS com a mesma cara de pau com que Jardel assinou pelo Sporting, depois de anos a defender o FC Porto. Tudo isto seria compreensível (trair o PCP é como trair uma mulher feia e feminista; é reprovável, mas entende-se), caso Mário Lino não andasse por aí, altaneiro, a apregoar o iberismo e a afirmar que portugueses e espanhóis partilham uma língua comum. Para Mário Lino, deputado no Parlamento nacional, o País devia unir-se aos rivais seculares, mas ninguém parece importar-se com isso. Fosse no Iraque, a coisa era tratada de outra maneira.
FRASE MAIS PROVÁVEL DE TER DITO
“El portiuguies e el espanholi son... como é que se diz, caraças?!... son uma uiniquia lingua!”
FRASE MENOS PROVÁVEL DE TER DITO
“O El Corte Inglés é muito caro. Vamos ao Minipreço”

José Saramago - El Comandante - Apontar erros a José Saramago é como criticar os “Malucos do Riso”: já tudo foi dito e pouco há a acrescentar. Depois de anos a defender que Portugal se tornasse satélite da URSS, eis que em 1992, numa altura em que António Lobo Antunes ainda não parecia um paciente do doutor Egas Moniz, José Cardoso Pires ainda era vivo e ambos eram frequentemente apontados como possíveis Nobel da Literatura, José Saramago notou que, continuando em Portugal, a defender o novo secretário-geral do PCP, Carlos Carvalhas, teria tantas possibilidades de ganhar um Nobel como o Pêpê Rapazote de ganhar um Óscar. Vai daí, qual Lavrenti Beria, José Saramago congeminou um plano maquiavélico: aproveitou a recusa de Sousa Lara em nomear o pífio romance “O Evangelho Segundo Jesus Cristo” para o Prémio Europeu da Literatura (que está para o Nobel como a Volta ao Alentejo está para o Tour de France) e pisgou-se para Lanzarote, nas Canárias, passando a falar espanhol, apresentando-se como uma espécie de refugiado político e aproveitando o fortíssimo lobby cultural dos castelhanos para se afinfar finalmente ao prémio da Academia Sueca, conhecida por privilegiar escritores perseguidos e acossados, nem que seja pela claque de um clube de futebol. Antes disso já tinha escrito “A Jangada de Pedra”, em que Portugal e Espanha navegam alegremente pelo oceano, como as gajas dos anúncios da Netcabo. Judas traiu Jesus Cristo por 30 moedas de prata. José Saramago traiu Portugal por 1 000 00 000 de dólares. Contando com a inflação, Judas Iscariotes ainda ganhou mais com o negócio.
FRASE MAIS PROVÁVEL DE TER DITO
“Ó Pilar, o Lobo Antunes vive em Benfica, nem a raspadinha ganha, quanto mais o Nobel!”
FRASE MENOS PROVÁVEL DE TER DITO
“Heróis do mar, nobre Pátria, nação valente e imortal!”

“Também tu, Brutus?!” ou Como se descobre um traidor?
Os traidores à Pátria, como seres dissimulados por natureza que são, não são facilmente detectáveis. Por isso, o IP ensina-o a topar um traidor à distância, como os tubarões sentem uma gota de sangue no meio do oceano. Assim, um traidor:
1- Canta “Não Sou o Único a Olhar o Céu” durante o Juramento de Bandeira da inspecção militar;
2- Garante que o Boa-Morte deveria ser titular absoluto da Selecção Nacional;
3- Deixa de usar camisas da Sacoor Brothers e da Lion Of Porsches, bem como sapatos da Fly London, quando descobre que as marcas são, na realidade, portuguesas;
4- Diz coisas como “acho que estou preparado para dar o salto para um campeonato mais competitivo”;
5- Insiste em ver as versões originais dos filmes de animação, preferindo ouvir o Mike Myers ao Bruno Nogueira e o Phil Collins ao Luís Represas;
6- Discorda veementemente da pena de morte;
7- Adora o Vasco Pulido Valente;
8- Passa a vida a dizer que as telenovelas portuguesas não se comparam às brasileiras;
9- Acha que o futuro do fado é a Mízia;
10- Costuma ver a meteorologia nos canais espanhóis, onde um enorme buraco cinzento está no lugar de Portugal;
11- Apenas gosta de comer alunas do Erasmus;
12- Não concorda com a presença de bandas portuguesas nos festivais de Verão;
13- Apoia as intenções nucleares do Patrick Monteiro de Barros;
14- Apenas lê romances em línguas estrangeiras, mesmo que sejam traduções de autores portugueses, como “The Asses of Judas”;
15- Queria que Santana Lopes cumprisse dois mandatos como primeiro-ministro.

Até ao final do dia de hoje, envie-nos as suas nomeações para o e-mail do blog e ajude-nos a eleger O Pior Português de Sempre.

publicado por Pior Português de Sempre às 16:40

link do post | favorito
|
Sexta-feira, 17 de Novembro de 2006

Jaime Ramos, Lecas, eu, Tomás Taveira e de novo Luís Figo!

Mais nomeados dos leitores do blog:

Lisa Alves
Jaime Ramos!!! Só essa figura poderá ganhar o título de pior português porque apenas ele consegue ser pior que muitos dos nomes candidatos da vossa lista, juntos! 1- Porque consegue fazer discursos mais escabrosos e estúpidos que o Alberto João Jardim, com um sotaque mais imperceptível. 2- Porque consegue ser mais ladrão e aldrabão do que o Alves dos Reis. 3- É dirigente desportivo há 20 anos e comprou mais jogadores brasileiros que Avelino Ferreira Torres, Pinto da Costa, Valentim Loureiro e José Veiga juntos. 4- Coça-se mais em público e é mais feio do que o Macaco Adriano. 5- Grita ainda mais que a Júlia Pinheiro. 6- É mais absolutista que D. Miguel. 7- Presumo que tal como o Eusébio… não consegue distinguir tremoços de marisco. 8- É mais sopinha de massa que Lili Caneças, pensa que é do jet 7 e quando se irrita cospe em público. 9- É pior que Rosa Casaco porque não precisa de ir a Espanha para dar cabo dos “adversários”. E fiquemos por aqui!

Fernando Batista
Falam da Floribela, falam de outras aves raras que se pavoneiam na nossa praça pública e esquecem-se do pior apresentador de programs de televisão para crianças que alguma vez houve em Portugal? O Lecas? Para ser muito sucinto ele só tinha sucesso porque a concorrência simplesmente NÃO EXISTIA. Pelo menos se não quero ver a cara da Floribela e suas parvoíces sempre posso mudar para vários canais e não sair traumatizado, excepto se passar pelo RTP Memória onde essa figura mítica apelidada de Lecas ainda cohabita com outras verdadeiras personalidades portuguesas

António Serrano
O pior português de sempre deveria ser eu. E porque? Primeiro que tudo, sou português o que já é potencial bastante para ser eleito. Em segundo lugar ao contrário da maioria dos portugueses tenho iniciativa própria para alguma coisa, quero ser eleito o pior. Como prova maior que devo ser eu, devo lembrar que os piores eleitos neste país, à cerca de 30 anos, são os que se promovem em campanhas e não os que tem mérito em alguma coisa.

Z.Camarinha
P'ra mim o pior portugês de sempre é o Arq. Tomás Taveira. É irritantemente gabarolas e exibicionista, tecnicamente é fracolas e nas suas produções, monótonas e repetitivas, utiliza vocabulário inadequado. Para além de que o seu gabinete não reune o mínimo de condições de higiene e segurança. Tenho a certeza que se a ASAE o visitar lhe fecha o negócio.

Apesar desta personalidade ter sido já nomeada por outro leitor, pareceu-nos interessante esta visão do Diogo Martins, pelo que voltamos a nomear o senhor que se segue:

Diogo Martins
Luis Figo - Visto que a única grande preocupação da maioria dos portugueses é o futebol, é totalmente lamentável que o nosso melhor jogador dos últimos anos só tenha tido 3 descendentes... do sexo feminino. O povo português queria era figuinhos para a selecção e não figuinhas. Errar à primeira ou à segunda ainda se admite; mas errar 3 vezes já é burrice. Isto pode colocar em risco o futuro da selecção portuguesa de futebol; principalmente tendo em conta que Zidane e Beckham tiveram mais de 3 filhos rapazes. Um anti-pátria.

Até amanhã, dia 18 de Novembro, pode enviar-nos as suas sugestões de candidatos para o e-mail do blog. Ajude-nos a descobrir quem é O Pior Português de Sempre.

publicado por Pior Português de Sempre às 15:58

link do post | favorito
|
Quinta-feira, 16 de Novembro de 2006

De Carvalho da Silva a Alfredo da Costa

Continue a enviar-nos as suas sugestões através do e-mail do blog até Sábado, dia 18 de Novembro. Em breve elaboramos a lista para que possa começar a verdadeira votação!

Miguel Abreu
Nesta categoria genérica, escolho os 2 sindicalistas de pacotilha que atravessaram gerações. O comuna ainda resiste, o outro, como bom socialista, cortou o bigode, casou e foi à vida dele:
Carvalho da Silva - O Comuna - Contra tudo o que posssa ser um atentado à dignidade dos trabalhadores. Da restrição da pausa para o café, até ao despedimento em massa. Quando não está em Plenários, RGT's e Greves, parece que está a fazer uma tese de mestrado em Sociologias sob o tema "Como disfrutar a vida com os problemas do proletariado, sempre de cara séria". Como a vida está cara e custa a todos, compra o material escolar nas lojas dos 300 para ajudar a indústria dos países em vias de desenvolvimento e os pobres dos chineses.
Torres Couto - O Alinhadinho - Depois de anos a fio de bigodaça e braço no ar, descobriu as virtudes da CEE e dos fundos de formação. Mudou a sede do sindicato para a Lapa, rapou a pelagem revolucionária e começou a sentir o cheiro dos ricos. Aprendeu que quando se tem dinheiro, pode-se gastar em outras coisas que não sejam minis e sandes de chouriço. Desapareceu de cena e diz-se que leva uma vida recatada, ecológica, católica e familiar.

Pedro Fernandes
Pelo seu indiscutível mérito, valor demonstrado em funções, nenhuma lista de piores portugueses poderá estar completa se não contar com Jorge Coelho. O que dizer de um ministro das obras públicas que declara, em pleno Terreiro do Paço, meio afundado pelas obras do Metro, que se trata de um acidente "normal" de uma obra? Normalidade que prosseguiria com a queda da ponte de Entre-os-Rios, afinal são só coisas normais... Acrescentemos a isto aquele ar seráfico, aquelas falinhas mansas de "aparatchik" nulo, aquele ar javardão, e temos uma verdadeira obra-prima, um genuíno canalha nacional. Puro sangue.

Pedro Cunha
Para mim o representante do que existe de pior no povo português é o cabelo descolorado do Diogo Amaral. Porquê, perguntam vocês? Porque ilustra um sentimento visceral que nasce com todos os portugueses de acharem que fizeram mal a alguém e nasceram neste rectângulo à beira mar plantado, o que os leva a descolorar o cabelo e a raparem os bigodes para parecerem menos latinos e mais escandinavos. Assim conseguem andar na rua pois são facilmente confundidos com turistas.

Sofia Domingos
P: Quem melhor encarna as piores qualidades do povo português?
R: Aqui hesitei entre o António Silva, gerente de uma agência bancária do BPI em V.N. Famalicão, sujeito de Barcelos, adepto do chamado assédio psicológico aos seus colaboradores, indigno de trabalhar num banco tão bom como o BPI e o Antº Oliveira Salazar. Como a dimensão disto é nacional, aponto o segundo.

Luís Sá
Meus caros: O pior português de sempre é aquele que, hoje em dia, é escrito pelos alunos
das nossas universidades.

José Casimiro
Para mim o pior português só pode ser o Sr. Alfredo da Costa, não muito pelo indivíduo em si, mas simplesmente pelo facto de dar o nome ao sítio onde mais portugueses vêm a luz do dia.
publicado por Pior Português de Sempre às 14:11

link do post | favorito
|
Terça-feira, 14 de Novembro de 2006

Madaíl, o meu pai, Ricardo Ladum, entre outros

A uma semana do final desta primeira fase d'O Pior Português de Sempre, continuamos a publicar nomes sugeridos pelos nossos leitores:

"Prologion"

Para mim, e sem sombra de dúvida o pior português de sempre é o Gilberto Madaíl. A razão? Pelo facto de nos andar a tentar convencer (e a maioria já acredita) que o Scolari é o melhor português de sempre...

José Tavares da Silva
O pior português de sempre é o meu pai. Não quis emigrar e obrigou-me a nascer neste Fado.

Hugo Cunha
Porque não votar em Ricardo Ladum? Deve ser uma das pessoas que mais músicas deve ter escrito em Português (acho que nunca cantou nenhuma), músicas essas da chamada vertente pimba ou pseudo Romantica. Penso que tal Senhor nunca deu uma entrevista ou surgiu alguma vez na tv (talvez uma vez num show de Tony Carreira, não sei se era ele), mas o seu nome aparece em muitas das canções interpretadas por muitos destes cantores (alguns acham que cantam bem).

Manuel Pires
Álvaro Cunhal - ajudou a tirar-nos duma ditadura, para depois nos querer meter numa ditadura bem pior. Homem muito perigoso a soldo dos então comunistas soviéticos, e que não dava a ideia de se sentir minimamente português. Um pouco melhor que ele, só Miguel de Vasconcelos.

A. Cipriano
O Ministro Mário Lino e as suas declarações. Se quer ser espanhol que atravesse a fronteira: E deixe Portugal independente.

Carlos M. Barroso
O pior português de sempre foi sem dúvida, Filipe III. Sempre na dúvida se era português ou espanhol, começou com ele a característica tão portuguesa da indecisão,do nim e também da situação em que nos encontramos actualmente. Tivesse ele mantido a sua obrigação de manter o reino de Espanha unido como era seu dever, a Espanha não estaria como agora está. Seguramente que estaria muito pior, pois todo o seu desenvolvimento económico seria absorvido em subsídios pela provincia autónoma de Portugal. Realmente, após 60 anos deixar-se derrotar por meia dúzia de conjurados até faz lembrar a nossa selecção com os gregos. Também esta derrota é culpa dele.

"Joft"
Para mim sem dúvida foi José Mateus da Silva individuo que se tivesse espaço e tempo teria sem dúvida destruido a imagem da Expo 98.

Paulo Ferreira
O meu candidato é Rui Rio o Flintstone Português. O "h"omem da pedra, está a transformar a cidade do Porto num autêntico mausoléu.

Até ao próximo Sábado, dia 18 de Novembro, continue a enviar-nos as suas sugestões para o e-mail do blog com uma pequena justificação da sua escolha e ajude-nos a eleger O Pior Português de Sempre.

publicado por Pior Português de Sempre às 12:47

link do post | favorito
|