O Pior Português de Sempre

A grande Iniciativa O INIMIGO PÚBLICO / O EIXO DO MAL pretende apurar quem é O Pior Português de Sempre: Que político / personalidade mais contribuiu para a ruína do nosso País? Quem melhor encarna as piores qualidades do povo português? Decida você mesmo quem fez disto uma choldra!

posts recentes

Morra o blog!

Vencedores

19 horas

Terça-feira, 13

A última fase

Adenda

Pequena alteração

5 eleitos

Boas Festas!

As Justificações

Visitas

21060 visitas até ao início da votação! visitas desde o início da votação

SIGA O DEBATE


Veja as novas sugestões todos os Sábados, n'O INIMIGO PÚBLICO e n'O EIXO DO MAL, às 00:00h na SIC Notícias.

Links





Sondagem IP/Eixo do Mal
Acha que Salazar deveria pertencer a que lista?
A do Melhor Português
A do Pior Português
A ambas
A nenhuma

arquivos

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

pesquisar

 
blogs SAPO

subscrever feeds

Segunda-feira, 13 de Novembro de 2006

Semana nº4

Um pouco mais tarde do que o habitual, aqui estão os resultados da terceira sondagem do blod d'O Pior Português de Sempre. À última pergunta "Faz sentido nomear personagens que não são 100% portuguesas (Roberto Leal, George Bush ou Alberto João Jardim)" responderam 559 pessoas, tendo esta sido a votação mais renhida até à data.
No final, 53% responderam "não" à pergunta proposta enquanto 47% concordaram com mesma.




A nova sondagem já está on-line e pretende apurar em que lista é que deve constar afinal o nome de Oliveira Salazar.
publicado por Pior Português de Sempre às 15:35

link do post | favorito
|

Nomeados d'O Eixo Do Mal

N'O EIXO DO MAL desta semana nomearam-se os seguintes candidatos:
Clara Ferreira Alves - A Severa
José Júdice - D. Miguel
Daniel Oliveira - Os Amigos de Olivença do protesto "A Olivença é nossa"
Luís Pedro Nunes - José Maria Martins

O EIXO DO MAL vai para o ar todos os Sábados, às 00:00 na SIC NOTÍCIAS, com repetição aos Domingos às 16:30h.

Até ao próximo Sábado, dia 18 de Novembro, continue a enviar-nos as suas sugestões para o e-mail do blog com uma pequena justificação da sua escolha e ajude-nos a eleger O Pior Português de Sempre.

publicado por Pior Português de Sempre às 10:23

link do post | favorito
|
Sábado, 11 de Novembro de 2006

Semana 3 d'O Pior Português

A terceira semana d'O Pior Português de Sempre chegou ao fim e, com ela, chegam naturalmente mais nomeações avançadas pel'O INIMIGO PÚBLICO de hoje. Aqui ficam alguns exemplos:

José Maria Martins - O ex-futuro Presidente da República. Há algo que o amargura que foi não poder defender Saddam Hussein. Mas isso não impediu Martins de se ter atirado ao passo de carreira lógico para quem começou a fazer giros em Portel: a Presidência da República. Porém, mesmo com o apoio do jornal “O Diabo”, José Maria Martins não conseguiu chegar a uma segunda volta com Cavaco Silva. Fica, porém, o exemplo da mentalidade do novo português, do self made man que, como Oscar Wilde, pode chafurdar na sarjeta, mas olha sempre para as estrelas (Toma, Prado Coelho, mais uma citação intelectual!).
FRASE MAIS PROVÁVEL DE TER DITO
“O Osama bin Laden não tem advogado, pois não?”
FRASE MENOS PROVÁVEL DE TER DITO:
“Vamos despachar isto rapidamente, Meritíssimo juiz”
O QUE ACHA DE ESTAR NOMEADO PARA O PIOR PORTUGUÊS DE SEMPRE?
“Aceito, desde que me provem, como nós, os advogados, dizemos em termos jurídicos... hum... E pluribus unun”

Dona Branca - Ascensão e Queda da Dona Branca ou Como a ganância é paga com juros altíssimos! Dona Branca foi a mulher certa, na altura certa. Numa época em que era mais fácil encontrar um deputado de Direita no Parlamento do que obter crédito junto dos bancos, Maria Branca dos Santos prometia 10% de juros ao mês e, pelo contrário, quando realizava empréstimos, cobrava o olho do rabo em juros. Neoliberal feroz e sem escrúpulos, Dona Branca desprezava a ingerência do Estado nos seus negócios e mantinha os registos das suas transacções escritos em papéis de mercearia e, quando a coisa começou a dar para o torto, nas notas de suicídio dos seus clientes. Seria justamente acusada de associação criminosa e acabou os seus dias atrás das grades, onde cobrava 20 cigarros ao mês por cada 40 emprestados. Se tivemos o Pedro Caldeira e os excessos dos anos 80, a Dona Branca o devemos.
FRASE MAIS PROVÁVEL DE TER DITO:
“Em qual joelho é que queres a bala?”
FRASE MENOS PROVÁVEL DE TER DITO:
“Ora, 30% de 10 mil contos são... Se 15% são 3 mil contos... 30% fora nove... É fazer as contas!...”
O QUE ACHA DE ESTAR NOMEADA PARA O PIOR PORTUGUÊS DE SEMPRE?
“Ao que parece, o Ricardo Salgado é pior do que eu”

Continue e enviar-nos as suas nomeações através do e-mail do blog com uma pequena justificação da sua escolha, até dia 18 de Novembro.

Ajude-nos a eleger O Pior Português de Sempre.
publicado por Pior Português de Sempre às 11:11

link do post | favorito
|
Sexta-feira, 10 de Novembro de 2006

Mais algumas nomeações

Rui Ventura
Exmos Senhores, para mim o pior português de todos os tempos é o "Zé Do Telhado". Onde é que já se viu "ROUBAR AOS RICOS PARA DAR AOS POBRES"? Ele tinha que viver nos nossos dias para ver como é que os nossos políticos fazem, que é "ROUBAR AOS POBRES PARA DAR AOS RICOS", porque estes não podem ser penalizados por terem criado um bom pé de meia, e os pobres já estão habituados a viver com pouco e é assim que os bons portugueses devem viver.

Eduardo Pinto Bernardo
Não posso deixar de nomear Cristina Caras Lindas e/ou a sua sucessora Fátima Lopes. O facto, simples: ninguém, mas ninguém mesmo pode ser assim tão bonzinho, desejar o melhor para todos e estar sempre com aquele sorrisinho e com aquela expressão "eu sou tão boazinha e posso ajudar toda a gente, mesmo que vivam no Gana ou no Burquina Fasso". Posso também nomear Júlia Pinheiro por ainda não ter percebido que em televisão existem microfones e não é preciso estar a gritar para se ouvir lá em casa! (Já agora, se se puderem nomear instituições, digam qualquer coisinha. Tenho uma quantas que bem precisavam de uma nomeação.)

Bernardino
O pior Português de sempre é uma Portuguesa e chama-se Floribela. Sinceramente, esta miúda não tem ponta por onde se lhe pegue. ok, a culpada até pode não ser ela. Com tanta gente parva à sua volta, é mais do que normal que ela só fale com árvores, flores, nabiças, e demais vegetais, que é o que parecem todas as pessoas que com ela contracenam. Além disso está sempre a falar do príncipe. Mas será que ela não sabe que o príncipe encantado é uma treta? Bom mesmo é o lobo mau, que a ouve melhor, a vê melhor e ainda a come.

Valdemiro Rodrigues
A minha votação vai direitinha para esse endemoninhado da história de Portugal que é culpado por todos os males que afrontam este pequeno povo de rectângulo. Estou a referir-me, evidentemente, a D. Lourenço Fernandes da Cunha que assinou a responsabilidade da escrita do primeiro documento na Língua de Camões chamado Notícia de Torto. Aqui está o indício, aqui está a evidência, aqui está o fiat lux da nossa nefasta desgraça. Voz ao povo para testificar o nosso Fatum: Tudo o que nasce torto, tarde ou nunca se endireita. Porém, como uma desgraça não vem só, recentemente, foi descoberto outro documento que rivaliza com esta Notícia, cujo nome não poderia ser mais elucidativo - Notícia dos Fiadores. Qualquer dia, ainda põem a nu algum relatório sobre as malfeitorias feitas por Sócrates I numa Notícia do Inclinado.

Alda Tavares
Maria Filomena Mónica é o PIOR PORTUGUÊS. É uma pessoa irascível quando é contrariada; pensa que tem o direito de dizer mal de toda a gente; só ela é que tem direito à sabedoria e à inteligência, tratando os "outros" como mentecaptos. Mas o pior dos crimes: NOS GOSTA DE SER AVALIADA, mas pede avaliação para todos os outros seres humanos: ela é intocável e a MAIOR!!! Querem confirmar o que digo: para além de ler os seus textos, experimentam assistir a uma "palestra" e vejam como vão sair de lá totalmente enxovalhados...

Jorge Pereira
O que melhor encarna o espírito português: Luís de Camões. No fundo, no fundo, no fundo queria um lugar de topo na administração pública da época. Escreve um enorme poema épico (um feito numa altura em que pouca gente sabe ler) e lê-o ao rei, na esperança que este o recompense. O rei acredita naquilo que ouve, e todos sabemos o resultado. Está na origem de dois grandes mitos: 1- SOMOS GRANDES, SOMOS MESMO BONS. As armas e os barões assinalados..... 2- O SEBASTIANISMO. aLGUÉM HÁ-DE APARECER PARA NOS SALVAR...

Iremos continuar a publicar os nomes que nos vão chegando. Envie as suas sugestões para o e-mail do blog com uma pequena justificação da sua escolha e ajude-nos a eleger O Pior Português de Sempre.

publicado por Pior Português de Sempre às 14:41

link do post | favorito
|

Mais nomeados

A terceira semana d'O Pior Português de Sempre está quase a acabar e também esta nossa demanda se prepara para passar ao outro nível. Não perca amanhã os novos candidatos d'O INIMIGO PÚBLICO e d'O EIXO DO MAL, onde continuarão a ser lidos alguns dos e-mails que nos enviam.

"Joft"
Para mim sem dúvida foi José Mateus da Silva individuo que se tivesse espaço e tempo teria sem dúvida destruido a imagem da Expo 98.

José Manuel Pereira
Calisto Elói de Silos e Benevides de Barbuda - o anjo que acabou por caír. querem algo de mais lusitaniamente medíocre?

"Bionic"
O pior continua vivo e não é outro senão José Pacheco Pereira por todo um exemplar percurso, maoista, candidato a militante ps, rejeitado, ingressa na pior organização politica de todo o hemisferio norte, o psd. fisicamente é um esbanjador obvio, consome certamente muito mais do que necessita e intlectualmente é uma desonesta figurinha de lesma desprovido do mais remoto sentido de humor

Emanuel Lopes
O pior português de sempre foi Pinheiro de Azevedo, por ter dito "O povo é sereno", essa não lembrou a ninguém...

José Moreno
O pior português de sempre, obviamente, é o adepto do Benfica: 1. Porque não toma banho ou toma muito raramente; 2. Porque cospe para o chão e tira macacos do nariz; 3. Porque só lê jornais desportivos; 4. Porque é alegremente enganado pelos seus dirigentes; 5. Porque acha legitimo tudo o que beneficia o seu clube e ilegitimo tudo o contrário. Se isto não é a imagem perfeita do pior português... Portugal só deixará de ser o que é quando o português: 1. Tiver respeito por si próprio; 2. Tiver respeito pelos outros; 3. Souber ser informado sobre o que é importante; 4. Aprender a assumir as suas responsabilidades; 5. Tiver pudor de aceitar ser injustamente favorecido.

Patrícia Silva
Joaquim Sapinho, por continuar a insistir na ideia de que quer fazer filmes. De facto, não há palavras para descrever o inolvidável contributo que cada um dos filmes de Joaquim Sapinho presta à ruína intelectual, cultural, espiritual, artística, financeira e moral de todos nós. A moldura que conta a história do cinema português está, na verdade, pejada de verdadeiras aventesmas, perfeitos candidatos ao título de pior português de sempre. Com efeito, existem pessoas, com apelidos aparentemente inofensivos, capazes de perpetrar atentados gravíssimos à integridade cultural de cada um de nós e, o que é mais grave, com a conivência e com o acordo do poder político. Por tudo isto hoje, o cinema português, salvo honrosas excepções, não passa de uma alucinação novo-riquista de péssima qualidade, que não tem deixado espaço nem à inovação, nem à criatividade, nem à descoberta de novos valores que possam criar em liberdade e em verdadeira igualdade de circunstâncias

Iremos continuar a publicar os nomes que nos vão chegando. Envie as suas sugestões para o e-mail do blog com uma pequena justificação da sua escolha e ajude-nos a eleger O Pior Português de Sempre.

publicado por Pior Português de Sempre às 01:31

link do post | favorito
|
Terça-feira, 7 de Novembro de 2006

Mais nomeações

Continuamos a publicar os inúmeros mails que nos enviam com sugestões. Relembramos que entrarão na lista d'O Pior Português de Sempre as nomeações que apresentem uma pequena justificação da escolha. Dos e-mails recebidos, serão publicados os mais engraçados e/ou pertinentes, respeitando uma certa ordem de chegada.

Adriano Andrade
Quem melhor encarna as piores qualidades do povo português? Para responder a esta pergunta lembrei-me de outra grande personagem - o José Cid, e porque não? Aquilo que há de mais português que as favas com chouriço ou o humor que se pode fazer com trocadilhos entre macacos e bananas? O saudosismo dos 20 anos... uma panoplia de atributos que eu me lembrei. Para não falar dessa grande auto-estima que subjaz na personagem.

Martins Almeida
Pior português de sempre (o que mais encarna) - José Veiga do Benfica. Encarna o espírito do português de outros tempos, e no seu pior: cabelo abrilhantado, ambicioso e agressivo, amigo dos fados e touradas, macho latino, e por aí fora.

Maria Madalena da Fonseca Matos
A minha sugestão vai para o D.João I, Mestre de Aviz, que era um grande cagarolas e ficou na História como um grande herói. Na crise de 1383/85, só apareceu a "dar a cara" quando já estava tudo resolvido e depois de ter a certeza de que o golpe não tinha falhado após o levantamento popular que acorreu em "defesa do Mestre" dando ouvidos ao grito de um aldrabão qualquer, mandado não se sabe por quem, que berrou: "Mataram o Mestre, mataram o Mestre, mataram o Mestre". Claro que era tudo mentira. O Mestre estava ajoelhado aos pés da Leonor de Teles (ele até tinha um fraco por ela, mas a boazona tinha material melhor e nunca deixou que ele lhe saltasse para a espinha) pedindo perdão pois estava convencido de que o golpe tinha falhado e queria pôr a cabeça a salvo.Quando o "povão" armado com foices e forquilhas apareceu a salvar-lhe as costas o bom do Mestre surgiu então como o grande herói e salvador da pátria e foi assim que conseguiu sentar o rabo num trono ao qual nem sequer tinha direito.Um embusteiro de primeira.Depois casou com a inglesa, teve muitos meninos e, não contente com isso, ainda exercia o direito de pernada sobre todas as damas da corte e, quando era apanhado em flagrante pela "bifa", armava-se em sonso e exclamava:"Foi por bem, senhora, foi por bem". Daí que o Palácio da Pena esteja cheio de pegas quando ficava muito mais bonito com pinturas de ninfas e de anjinhos. Espero que aceitem a minha sugestão porque a verdade histórica tem de ser reposta e os portugueses não podem continuar enganados quanto à personalidade rasca deste português.

Carlos
O que melhor encarna: Pedro Tojal. Depois de andar não sei quanto tempo a acordar Portugal, o que já demonstrava vontade de chagar, foi atingido pela Lei de Murphy. Fez as rádios do grupo MCR num frangalho: quis fazer a Comercial maior do que a RFM, apossou-se do horário nobre, mandou o programa de maior sucesso entre a geração dos 20 e poucos - 30 e muitos para uma rádio que não chegava nem a metade do país e, ainda por cima, era dirigida a teenagers, destruiu uma tripla de sucesso na rádio e não só e conseguiu dar cabo dos hábitos matinais de milhões de portugueses. Atracção pela ribalta, em especial quando está a fazer asneiras, inveja do sucesso dos outros, partir, repartir e ficar com a maior parte - mesmo que não tenha dentes para ela, necessidade de mexer em tudo quando muda de cargo - no que está mal e no que está bem, enfim, tuga até aos ossos!

José Santos
Para mim o pior português da actualidade é sem dúvida nenhuma Paulo Portas. Pior do que Salazar porque é menos competente em finanças. Pior do que Alberto João Jardim porque não é previsível. Pior do que Santana Lopes porque não se sabe se gosta de homens ou de mulheres. Em segundo lugar só o Almirante Rosa Coutinho. Em maldade é igual a Portas, mas como é burro engana menos pessoas.

Ângelo de Carvalho
Escolho sem dúvida alguma o arquitecto Siza Vieira. existe algo de bíblico na forma como este senhor consegue encolerizar cidades inteiras com a sua arquitectura monocromática...

Iremos continuar a publicar os nomes que nos vão chegando. Envie as suas sugestões para o e-mail do blog com uma pequena justificação da sua escolha e ajude-nos a eleger O Pior Português de Sempre.

publicado por Pior Português de Sempre às 14:14

link do post | favorito
|
Segunda-feira, 6 de Novembro de 2006

Semana nº3

Depois de novos candidatos avançados pel'O INIMIGO PÚBLICO e pel'O EIXO DO MAL, entramos na 3ª semana de nomeações d'O Pior Português de Sempre com mais candidatos dos leitores do blog:

Marlene Pontes
A minha sugestão vai para Kaúlza de Arriaga. O pior de entre os piores. Foi um dos mentores, e, talvez o mor, da página mais sangrenta e traumática da História de Portugal - a Guerra Colonial. Um autêntico sanguinário debaixo de um espectro de "bem-aventurado"!

Vitor Encarnação
Vasco da Gama também seria um digno representante, vide as suas façanhas por terras africanas, onde matou massacrou e esfolou tudo o que lhe apareceu à frente. E conseguiu ser recuperado como herói para a Expo98 - outro elefante branco - e dar nome a uma ponte.

Pedro Pais
A minha escolha vai para Nuno Santos da RTP - Por gastar dinheiro do Estado em guerrinhas pessoais nos seus programas (por ex. contra a Teresa Guilherme) e por levar a votos o Oliveira Salazar, coisa que o Salazar nunca quis.

Angela Silva
Francisco Penim - aquele homem que lentamente está a conseguir a proeza de levar a SIC novelas, perdão a SIC generalista, à falência. Nunca nenhum português conseguiu tal feito! Ele é
filmes estreia, ele é novelas estreia, ele é tudo... E depois nada! A SIC mantem-se no segundo lugar, não raras vezes terceiro lugar! Longe estão os tempos em que a SIC era lider e o penim usava fraldas!

H. R. Silva
José Eduardo Moniz - Perguntam possivelmente Vª Exas o porquê desta escolha, com tantos e bons politicos na nossa história... A razão é simples: em minha opinião, JEM, através da sua obra-prima, a inenarrável TVI, foi o português que, por si só, mais contribuiu na história de Portugal para, EM TÃO POUCO TEMPO, ESTUPIDIFICAR TANTOS PORTUGUESES!!!

Luis Soares
Para mim o pior português de sempre é a Maia, e não estou a falar da famosa abelha meus amigos, que apesar de andar metida em brincadeiras de caracter sexual com o Calimero ainda conseguia ser melhor que este terrivel monstro do oculto e da revista cor de rosa. Sim , estou a falar da conhecida taróloga. Porque não usa ela esse grande poder de adivinhar o futuro para dirigir a nossa grande nação. Era fácil, era só ver nas cartas o que ia acontecer de mal e depois fazer tudo ao contrário. Tens potencialidades Maia, e como o comum do Lusitano não as aproveitas para o bem do nosso país. Pior ainda, limita-se a passar as manhãs a dizer mal de grandes portugueses, como por exemplo Elsa Raposo sem a qual metade dos homens portugueses não saberiam o que é o bonito acto do amor. Por isso acho que a Maia representa o que o português tem de pior, usa o que tem de melhor para seu proveito e ainda critica os que dão de comer a quem tem fome

Iremos continuar a publicar os nomes que nos vão chegando. Envie as suas sugestões para o e-mail do blog com uma pequena justificação da sua escolha

publicado por Pior Português de Sempre às 12:47

link do post | favorito
|
Domingo, 5 de Novembro de 2006

Nomeados d'O Eixo Do Mal

N'O EIXO DO MAL de ontem à noite foram sugeridos e discutidos os seguintes candidatos:
- Luís Pedro Nunes apontou Afonso Costa e Sidónio Pais;
- Clara Ferreira Alves nomeou Rosa Coutinho e Rosa Casaco
- José Júdice falou em Edite Estrela
- Daniel Oliveira relembrou um nome que já tinha sido referido - Irmã Lúcia.

Houve ainda tempo para ler alguns e-mails que nos foram chegando e para falar em três nomeações que ocorreram dentro da equipa do Eixo: Nuno Artur Silva, José Júdice e Daniel Oliveira foram nomeados para a lista d'O Pior Português de Sempre.

O EIXO DO MAL vai para o ar todos os Sábados, às 00:00h, na SIC NOTÍCIAS, com repetição aos Domingos às 16:30h.

Continue a enviar-nos as suas sugestões para o e-mail do blog com uma pequena justificação da sua escolha e ajude-nos a eleger O Pior Português de Sempre.

publicado por Pior Português de Sempre às 17:51

link do post | favorito
|
Sábado, 4 de Novembro de 2006

Semana 2 d'O Pior Português

Não perca, hoje à noite, na SIC NOTÍCIAS mais um programa d'O EIXO DO MAL onde serão lidos mais mails e discutidos outros candidatos.... incluíndo 3 dos membros da equipa d'O EIXO DO MAL.

A segunda sondagem do blog encontra-se encerrada: 94% dos votantes concordam com o facto da nossa lista ter figuras vivas e mortas.



O INIMIGO PÚBLICO de hoje volta a debruçar-se sobre a temática d'O Pior Português de Sempre e apresenta-nos quatro candidatos, dos quais destacamos aqui Afonso Costa e Sidónio Pais.

Afonso Costa - “Quando cheguei à guerra, a guerra estava fechada” e outras barbaridades à Raul Solnado! Afonso Costa, para além dos discursos intermináveis, ficou conhecido por atascar Portugal na I Grande Guerra, por ordem dos ingleses, participação nacional essa que seria, até à goleada por 7-1 que o Benfica chupou em Vigo, a maior humilhação portuguesa no estrangeiro, tendo dado ensejo a várias anedotas alemãs, como aquela do “Sabes quantos portugueses são precisos para atirar uma granada? Três para perceberem como funciona e sete para cavar três sepulturas”. Para cereja no bolo, a Batalha de la Lys teve o nome de código, por parte dos alemães, de “ofensiva Georgette”, nome de travesti. Quanto ao respeito que o Portugal de Afonso Costa granjeou pelo mundo estamos, portanto, falados. Porém, por ter conseguido manter as colónias por mais algumas décadas, Afonso Costa merece até hoje o respeito de seis milhões de benfiquistas, que lhe agradecem o Eusébio e o Coluna. Infelizmente, os restantes portugueses também têm de lhe agradecer a Cinha Jardim e o Raul Indipwo, motivo mais do que suficiente para integrar o nosso Index.
FRASE MAIS PROVÁVEL DE TER DITO: “Isto da Guerra é coisa para durar apenas umas semanas e sempre mantemos as colónias mais 200 ou 300 anitos”
FRASE MENOS PROVÁVEL DE TER DITO: “Vou tentar responder à sua questão de uma maneira sucinta”.

Sidónio Pais - Passa por mim no Rossio! Sidónio Pais transformaria os portugueses, em poucos anos, numa turba de ovelhas e carneiros mansos que precisavam de ser guiados por um pastor (como o próprio Sidónio Pais, Oliveira Salazar ou Cavaco Silva). Quando se preparava para apanhar um comboio para o Porto, Sidónio Pais seria abatido a tiro na estação do Rossio, tendo as suas últimas palavras sido “fosga-se, sempre é melhor ir para o inferno do que ir para o Porto”. Devido à maneira ríspida com que tratava os portugueses, Sidónio Pais é actualmente considerado o percursor de José Sócrates e de José Veiga.
FRASE MAIS PROVÁVEL DE TER DITO: “Chama-se Adolf? Muito prazer. Eu chamo-me Sidónio. Os seus quadros são muito bonitos!”.
FRASE MENOS PROVÁVEL DE TER DITO: “Gostava de ouvir a sua opinião sobre um assunto...”.



ALMOUST FAMOUS
Para além de todos os portugueses dos sete costados que integram a lista, existem ainda centenas de portugueses incompletos, seres híbridos que não são filhos de dois portugueses nascidos e criados em Portugal, daqueles que nunca passaram de Badajoz, que poderiam entrar no nosso Index. Aqui ficam apenas alguns exemplos.

George W. Bush - Segundo o sempre fidedigno “24 Horas”, George W. Bush será descendente de D. Afonso Henriques. Porém, até que o Dubia não sove violentamente a Laura Bush e a exile em Porto Rico, como fez D. Afonso Henriques a Dona Teresa, essa ligação ao nosso primeiro soberano não está provada.

Cristóvão Colombo - A ser verdade que o alentejano Salvador Fernandes Zarco usou o pseudónimo de Cristóvão Cólon, temos um português que tropeçou na América e insistiu até ao fim dos seus dias que tinha chegado à Índia, mesmo nunca lá tendo conseguido encontrar mangas ou elefantes, o que é patético. Felizmente, Salvador Fernandes Zarco era natural de Cuba e não de outra vila alentejana. Convenhamos que uma frase como “Fidel Castro, presidente da ilha de Ferreira do Alentejo” não teria a mesma carga simbólica.

Herman José - Tal como Jorge Luís Borges, descendente de portugueses, cuja obra inspirou os energúmenos do realismo mágico ou o lusodescendente Rubem Fonseca, que inspirou uma geração de brasileiros que pensa que basta escrever “deixa o Mandrake lamber sua boceta” para serem escritores, Herman José Von Krippahl, o maior dos nossos actores cómicos, inspirou uma horda de lacraus com a mania que têm graça, como o Jel ou os redactores do IP. Por essa razão, zumba na caneca!, vai directo para a lista. Se quiser sair dela, vai ter de nos oferecer um dos seus 2343 Rolex.

Io Apoloni - Esta romana que se apascentou em Portugal, com o seu sotaque manhoso, há mais de 30 anos, não conseguiu fazer tanto dano ao País que mereça estar na nossa lista. Porém, agora que virou cozinheira, talvez consiga com os raviolis o que não conseguiu com os filmes. O Quitério que decida.

Bryan Adams - Viveu toda a adolescência em Cascais e dedicou a esse período o “Summer of 69”. Pelo caminho, representa o beto de Cascais, com o seu cabelo louro “à foda-se” e as calças de ganga gastas. Tivesse jogado rugby no Agronomia e estava no topo do nosso Index.

Mais informações e candidatos n'O INIMIGO PÚBLICO de hoje, suplemento humorístico do jornal PÚBLICO.


publicado por Pior Português de Sempre às 10:35

link do post | favorito
|
Sexta-feira, 3 de Novembro de 2006

Das portas do Castelo até Santo Tirso

Mais candidatos:

João Costa
O pior português de sempre é o Martim Moniz , que ao ficar preso nas portas do castelo de São Jorge ou lá ou é que ele ficou preso, permitiu ao Afonso Henriques e sua trupe, concluir a conquista e consequente criação deste esboço do país que somos. A culpa é do Martim Moniz!

Gonçalo Vale
Zita Seabra - Porque representa para mim o que de pior existe na política e nos políticos em Portugal, esse viracasaquismo agudo que lavra sem fim à vista consoante os ventos ou as marés, os interesses ou as influências. Zita é uma autêntica fraude, um logro sem corte de cabelo, um embuste sem busto. De galho em galho saltita sem grande habilidade a tentar vender as suas obtusas convicções, os seus boçais argumentos. É um poço sem fundo, uma coisa ruim.

Gonçalo Gonçalves
A minha sugestão para o pior português vai para Ricardo Espírito Santo Salgado, presidente do Banco Espírito Santo. Em causa não está tanto a personalidade em sim, mas antes o facto de liderar a instituição que consegue dar mais tiros no pé no contexto da banca nacional. Isto porque: 1- escolheu para dar a cara pela instituição o jogador Cristiano Ronaldo, o futebolista português com ar mais rufia e suburbano; 2- lançou uma grande iniciativa, que proporcionava dar neve artificial ao fim da tarde aos lisboetas, umas semanas antes de nevar em Lisboa; 3- o nome do BES esteve envolvido no negócio dos sobreiros, no caso Mensalão e foi através de uma sucursal do BES que Augusto Pinochet conseguiu ter dinheiro numa instituição bancária nacional. Para além disso, foi o primeiro banco ao qual foi descoberto um esquema de "empresas fantasma", que era subcontratadas pelo próprio banco.

João Corujo
Para mim só existe um nome: Ferraz da Costa - E porquê ? 1. Faz alguns anos que, num debate algures numa das televisões, escutei este senhor afirmar "os ordenados são baixos... mas temos o sol ". E explicava, cheio de snobismo intelectual, que tinha um colaborador vindo dos paises nórdicos que preferiu ficar cá, a ganhar menos, só porque somos um pais com muito sol !!!! Portanto, no seu entender, é uma mais valia !!!! 2. É inadmissivel que, em pleno seculo XXI o Sr. Ferraz tenha dito á dias a uma entrevista no jornal da sic-noticias ( com o seu caracteristico tom pálido e ar de quem traz a sanidade ao problema ) que defendia a abolição do ordenado minimo nacional. 3. E porque sempre que o vejo e escuto na televisão, só me apetece arreganhar os dentes de riso para lembrar a esta alarvidade que goza de um estatuto sonolento, despreocupado e muitissimo bem pago de que os outros portugueses não gozam ! A este senhor só lhe posso dar um conselho: é preferivel manter a boca fechada e parecer estúpido do que abri-la e remover todas as dúvidas. Enfim... O PIOR PORTUGUÊS no seu melhor !!!!!!!!

Abel Fernandes
Carlos Queirós - Conseguiu que uma equipa (Sportin) fosse derrotada por um só jogador (João Pinto). Fez tal figura no Real Madrid que, for o Mourinho, os treinadores portugueses só conseguirão, nos próximos 50 anos; ser contratados para a Arábia Saudita ou o Vietname. Ou para a III diviisão de França, ou para exibidor de videos das equipas adversária, como o próprio Queirós.

Michu
Eng. Castro Fernandes - Presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso: o homem que reencarna a figura mítica de António Oliveira Salazar.Capaz de manter um Concelho parado há mais de 20 anos... Imaginem quando este senhor chegar ao Governo... Está para breve...

Iremos continuar a publicar os nomes que nos vão chegando. Envie as suas sugestões para o e-mail do blog com uma pequena justificação da sua escolha e ajude-nos a eleger O Pior Português de Sempre.

publicado por Pior Português de Sempre às 14:25

link do post | favorito
|